Ler a Bíblia é suficiente para se tornar íntimo de Deus?

Ler a Bíblia é suficiente para se tornar íntimo de Deus?
Ler a Bíblia para ter intimidade com Deus. Reprodução: Google

Intimidade com Deus é algo que se fala muito nas igrejas de diversas formas. Sejam nas pregações, temas de escola dominical, devocionais, grupo de células, etc. Mas será que muitos tem a consciência correta do que é de fato, intimidade?

Veja alguns exemplos do seu significado dentro do contexto que estamos abordando, de acordo com o dicionário. Intimidade: caráter do que é íntimo, secreto. Amizade íntima; em que há muita proximidade: viver na intimidade de alguém.

Para se conhecer, ficar mais próximo, ter conforto, ficar à vontade, até mesmo partilhar segredos do coração, é necessário um relacionamento mais profundo com o outro, nesse caso Deus. Você precisa realmente ter muita confiança! E é num relacionamento seguro, íntimo e estável que você adquire isso. A confiança é gerada pela convivência diária!

Intimidade com Deus através da Palavra

Com Deus não é diferente! A Palavra nos foi dada para esse conhecimento diário. É nela que Deus se revela àqueles que o buscam. Em 2 Timóteo 3:16 diz o seguinte:

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ministrar a verdade, para repreender o mal, para corrigir os erros e para ensinar a maneira certa de viver.”

Veja como é clara essa palavra e o cuidado de Deus por nós. Quanto mais se conhece a verdade (Cristo, o Verbo), mais transformados somos. Pois na leitura nos é ministrada a maneira correta de viver, é o Pai orientando e corrigindo o filho.

Podemos também observar em outra passagem que está no livro de Hebreus 4:12:

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.”

A Palavra nos discerne, ela é capaz de penetrar em nós de uma forma que nenhum ser humano conseguiria, é aí onde entra a intimidade com Deus, pois Ele alcança o inalcançável, o coração.

Sim, ler a Bíblia é suficiente para se tornar íntimo com o Senhor, pois há uma troca de conhecimentos entre você e Ele. Não que Deus não te conheça, não é isso, mas Ele fala diretamente com você. Já você, aprende a conhecê-lo genuinamente e sem deturpações de conceitos humanos.

Um relacionamento é desenvolvido e estabelecido na leitura, juntamente com as orações, onde você se sente a vontade, abre o coração e se expressa com total segurança diante do Pai. Mas lembre-se que para ser íntimo de Deus, o relacionamento através da leitura bíblica e oração precisa ser diário e sincero.

De coração quebrantado

Por fim, a Bíblia é o principal canal de intimidade com Deus, mas esse relacionamento só é gerado quando há a disponibilidade pessoal de ouvir o que a Palavra diz.

Ou seja, é preciso estar aberto aos ensinamentos e, principalmente, ao Espírito Santo, responsável por trazer sobre nós o entendimento daquilo que está escrito.

Caso contrário, ateus e outros que leem a Bíblia e a conhecem por inteiro, mas não seguem os princípios de Cristo, seriam automaticamente convertidos à fé, o que não é o caso. Isso apenas demonstra que “sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11:6).